Rua Ernesto Moreira, Caldas da Rainha
0

Carrinho

Etapas essenciais para construir um negócio de Marca pessoal (2ª parte)

Tudonumclic - Personal Branding

Se quiser aprender a construir um negócio de Marca pessoal, provavelmente também está ciente de que a automatização e a IA estão posicionadas para interromper toda a força de trabalho.

Vamos então continuar a nossa abordagem a este tema tão relevante.

Passo 4: Crie uma newsletter

Vamos recapitular os três primeiros passos para construir um negócio de Marca pessoal.

  • Estabeleceu um nicho e o seu cliente perfeito;
  • Criou um website;
  • Começou a escrever e a publicar conteúdo.

De seguida, deseja começar a ganhar assinantes de e-mail e enviar um boletim informativo semanal.

Quando alguém dá-lhe o seu endereço de e-mail, eles estão a dar-lhe uma linha direta de comunicação para interagir com eles por meio de marketing por e-mail. Irá ser sempre o dono da sua lista de e-mail. É seu. Pode trazê-la consigo onde quer que vá.

Além disso, o e-mail é um relacionamento pessoal. Quando as pessoas dão-lhe acesso à sua caixa de entrada, geralmente fazem-no porque querem saber de si.

Qual é a melhor forma de fazer isso?

Entender as técnicas de construir uma Marca pessoal

Na maioria dos casos, aplicar algumas técnicas é a melhor estratégia para escrever um boletim informativo eficaz.

Já existe muito conteúdo original por aí. Em muitos casos, a melhor coisa que pode fazer é oferecer o seu tempo para compilar informações importantes e, em seguida, organizar as suas descobertas numa publicação fácil de digerir.

O seu trabalho é eliminar o conteúdo mau e montar um boletim informativo onde as pessoas possam encontrar as melhores informações num curto espaço de tempo.

Isso pode ser:

  • Desportos;
  • Saúde e bem estar;
  • Finanças;
  • Carpintaria;
  • Hobbies;
  • Assistência médica;
  • Qualquer coisa que possa pensar.

Não há fim para os tópicos em torno dos quais pode criar o seu boletim informativo. Alguns ótimos exemplos:

  • Weekly.gg: Franco escreve um boletim informativo semanal, trazendo histórias e atualizações importantes no mundo dos jogos e desportos.
  • Flourish: Claire Emerson escreve um boletim informativo semanal sobre autogestão e execução das suas melhores ideias.
  • NextDraft: Dave Pell escreve um boletim informativo diário sobre notícias e eventos atuais.
  • HuddleUp: Joe Pompliano escreve um boletim informativo diário sobre o negócio dos desportos.
  • NessLabs: Anne-Laure Le Cunff escreve um boletim semanal sobre aprendizagem baseada em neurociência.
Tudonumclic – Vitaminamos o seu negócio
Publicar a sua newsletter no seu website

Será que deve publicar o seu boletim informativo no seu website?

Não há resposta certa ou errada aqui, mas a nossa humilde sugestão é que não deveria.

Na nossa opinião, boletins devem sempre ser enviados como e-mails e nunca devem ser publicados como uma postagem de blog no website (modelo que iremos aplicar a partir deste verão).

A razão é que os boletins são normalmente conteúdo pouco bom para SEO. Os mecanismos de pesquisa gostam de classificar o conteúdo que responde a perguntas específicas e os boletins geralmente abordam muitos tópicos ou histórias diferentes.

Claro, os boletins geralmente concentram-se em um nicho ou setor, mas o conteúdo de cada edição de um boletim informativo pode variar drasticamente.

Esse tipo de conteúdo pode confundir os mecanismos de pesquisa e, na maioria dos casos, publicar o seu boletim informativo como uma postagem de blog apenas irá obstruir o seu patrimônio de links (mais sobre isso posteriormente) e irá tornar mais difícil classificar o conteúdo no futuro.

Nossa recomendação é criar uma página no seu website dedicada aos seus boletins e, em seguida, vincular os seus boletins anteriores como um arquivo. Pode ver um exemplo AQUI (lá para Setembro deste ano iremos começar a oferecer-vos a mesma orgânica).

Exemplos de boletins publicados como postagens de blog

Existem muitos exemplos em que as pessoas enviam o conteúdo da postagem do blog diretamente por e-mail como um boletim informativo (ainda o fazemos). Se esse é o caminho que gosta de seguir ao construir uma Marca pessoal, o nosso conselho é nem preocupar-se com SEO e fazer o possível para promover o seu boletim informativo de outras formas.

Alguns estão alguns bons exemplos:

  • Scott Galloway: Ele envia as suas postagens de blog diretamente por e-mail todas as sextas-feiras;
  • Dror Poleg: Também envia os seus posts de blog todas as semanas por e-mail;
  • Further: Brian Clark escreve postagens de blog no seu website e combina-as num boletim informativo semanal.

Em última análise, não há uma maneira “perfeita” de fazer isso. Tem que decidir o que funciona melhor para si. Sempre teremos uma tendência pessoal para proteger o SEO do nosso website, mas isso é porque adoramos SEO.

Se o SEO não é uma prioridade para si, então, por favor, publique os seus boletins diretamente como postagens de blog e, em seguida, partilhe a postagem do blog por completo por e-mail.

O importante é que publique um boletim informativo de forma consistente e faça da coleta de endereços de e-mail a maior prioridade em todos os seus esforços de marketing ao criar uma Marca pessoal.

Tudonumclic - Rebranding
Tudonumclic – Em alternativa ao vulgar

Passo 5: Inicie um podcast e use o Twitter para reservar convidados

Porque começar um podcast?

A resposta não é o que pensa.

Se deseja iniciar um podcast porque deseja ganhar dinheiro com isso ou porque deseja ser famoso como Joe Rogan, irá ficar muito desapontado.

Podcasts são muito difíceis de monitorizar de forma eficaz. A menos que tenha milhões de downloads, é provável que tenha dificuldade em obter uma renda significativa diretamente do seu podcast.

Um podcast é uma máquina de relacionamento quando constrói uma Marca pessoal

Se tem um público de um tamanho decente, pode agendar entrevistas com pessoas que nunca “iriam tomar um café” consigo de outra forma.

Podcasts são mutuamente benéficos. Quando as pessoas vão a um programa, elas obtêm uma exposição adicional através do seu público e pode ter o prazer de falar com elas, aprender com elas e, o mais importante, construir um relacionamento com elas.

Os podcast podem abrir novas oportunidades de investimento e ajudar a encontrar novos parceiros de negócios.

Episódios de podcast geram backlinks

Um benefício secundário de um podcast é que eles são ótimos para promoção cruzada e também para SEO (brevemente poderão ouvir os nossos, e temos surpresas incríveis para vocês).

Quando um convidado vai a um programa, é quase certo que, quando publicar o episódio, ele retwite, partilhe na sua lista de e-mail ou até mesmo o coloque no seu website.

O convidado é incentivado a partilhar o episódio, porque isso dá-lhe a chance de partilhar a sua história e fornecer informações adicionais sobre a sua Marca ou negócio. Isso é ótimo, porque é uma maneira eficaz de levar a sua mensagem a outros públicos com interesses semelhantes.

Além disso, podcasts geram facilmente backlinks, e backlinks são ótimos para SEO.

Tudonumclic - desenhamos os melhores websites
Tudonumclic – Mimamos o seu projeto
O que é um backlink?

Um backlink é quando outro website coloca um link no seu website e que direciona para o seu website. O Google vê esses links como sinais de autoridade (por incrível que pareça existe poucas pessoas em Portugal abertas a essa mecânica e só perdem com isso).

A ideia é que, se um website que já tem autoridade está disposto a criar um link para o seu website, isso deve significar que o seu website é “digno de ser vinculado”.

Talvez:

  • Tenha referenciado algumas estatísticas úteis que precisam ser obtidas;
  • Usou uma ótima citação que outro website queria mostrar com um link para ela;
  • Escreveu uma postagem de blog tão incrível que outros blogs irão vincular à sua postagem.

Seja qual for o motivo, os backlinks são muito úteis para o SEO e agregam um valor enorme ao longo do tempo.

Todas as vezes que publicar um novo episódio, partilhe esse episódio com o seu convidado e pergunte educadamente se ele estaria disposto a criar um link para o episódio. Talvez sim, talvez não, mas se pedir educadamente, é certo que algumas pessoas estarão dispostas a fazê-lo.

Use o Twitter para encontrar convidados

O Twitter é a plataforma mais subutilizada do mundo. A cultura do Twitter é tal que as pessoas estão mais abertas a aceitar mensagens diretas de estranhos e interagir umas com as outras por meio de tweets, respostas, retwites e likes.

Sim, existem alguns cantos do Twitter que são tóxicos, mas se começar a seguir as pessoas certas, lentamente, mas com certeza, se irá integrar numa sociedade de grandes empreendedores.

Neste ponto da sua caminhada, a sua lista de e-mail deve ser grande o suficiente para que tenha algo a oferecer às pessoas que está a convidar para participar no seu programa.

De uma forma estranha, pode vir a ter relacionamentos mais significativos com amigos no Twitter do que na vida real.

É por isto que o Twitter é uma ferramenta tão poderosa

Enquanto está a seguir pessoas, a encontrar líderes de pensamento e a construir a sua rede, também está a interagir com pessoas que irão ver o seu podcast.

Assim que alguém aceder ao seu podcast, ele irá promover o podcast para o público, o que também irá ajudar o seu podcast a crescer. Além disso, eles provavelmente irão segui-lo também e agora criou um grupo de seguidores que têm mais influência social do que a média das pessoas.

É uma estratégia vencedora e recomendamos que experimente.

Passo 6: Invista em SEO no seu website para construir uma Marca pessoal

Quando chegar a este ponto, o seu negócio de Marca pessoal deve estar a funcionar com todas as mecânicas.

Está a construir uma lista de e-mail, está a publicar conteúdo no seu website e está a construir a sua reputação. Ao mesmo tempo, está a usar o Twitter e o seu podcast para construir relacionamentos que também lhe irão oferecer links para/de websites de outras pessoas.

As coisas estão realmente a encaixar-se nos seus objetivos. Agora é hora de ser intencional sobre as palavras-chave.

Porque preocupar-se com SEO?

Se otimizar o seu website corretamente, poderá abrir uma mangueira de tráfego gratuito para o seu website. O tráfego orgânico é relevante porque tem uma intenção por trás dele.

Sempre irá saber com certeza que o tráfego que o Google está a direcionar para o seu website é relevante, porque a única maneira de alguém chegar ao seu website é a procurar por si.

Com SEO, atrai pessoas que procuram exatamente o que está a tentar vender.

Por exemplo, vamos imaginar que constroi um negócio de Marca pessoal em torno do seu amor pela jardinagem. Vamos imaginar que venda materiais de jardinagem e crie guias para iniciantes.

Por fim, vamos imaginar que alguém pesquisa no Google a frase “melhores materiais de jardinagem para iniciantes” e o seu website aparece no primeiro resultado da pesquisa do Google.

Quais são as chances dessa pessoa inscrever-se na sua lista de e-mail, ou mesmo comprar produtos logo desde o início?

Podemos dizer que as chances são bem altas. É essa a intenção que torna o tráfego do Google muito mais poderoso do que o tráfego da Web proveniente de qualquer outra plataforma de terceiros. A sua melhor aposta é classificar palavras-chave relevantes no Google.

O equilíbrio entre escrever para pessoas e escrever para SEO

Antes de mergulharmos profundamente no SEO, vamos diminuir um pouco o zoom e lembrar o Passo 2 (ler a 1ª parte deste artigo).

Quando falamos de SEO, é muito comum as pessoas começarem a ver todo o seu conteúdo pelas lentes do tráfego de pesquisa.

Muitas pessoas então cometem erros de SEO excessivo no seu conteúdo para que ele perca o tom e a voz que o seu público passou a apreciar.

Precisa estar atento às pessoas que lêem o seu conteúdo e nunca deve escrever conteúdo APENAS para fins de SEO. Também deve escrever para o leitor. Os seus leitores precisam reconhecer o seu tom e apreciar a sua mensagem pessoal.

Então, qual é o saldo?

Como escreve um conteúdo que atrai tanto o leitor como os mecanismos de pesquisa?

Aqui está uma lista de algumas práticas básicas recomendadas a serem implementadas ao otimizar seu website para palavras-chave.

  • Designe uma palavra-chave para cada artigo. É tudo uma questão de ser intencional. Decida para qual palavra-chave está a tentar classificar e, de seguida, otimize a sua postagem para essa palavra-chave.
  • Certifique-se de seguir as práticas recomendadas para otimizar a sua página. Nós recomendamos usar o plugin SEO Yoast, que cria um conjunto simples de padrões para seguir (usamo-lo em todos os projetos web que desenvolvemos).
  • Acompanhe as suas palavras-chave. Use uma ferramenta de rastreamento de palavras-chave, como SEM Rush ou Ahrefs, para rastrear a classificação do seu conteúdo nos mecanismos de pesquisa.
  • Use o seu podcast para obter backlinks. Uma das razões pelas quais um podcast é tão eficaz é porque as pessoas estão mais inclinadas a partilhar a entrevista que fez com elas no seu próprio website, o que lhe dará backlinks.

Vê? Estes são hábitos simples para adicionar à sua estratégia de conteúdo já em si robusta. Não precisa tratar o seu website como se fosse uma agência de SEO. Mas adicionar estes hábitos simples pode facilmente aumentar em 10 vezes o seu negócio.

Tudonumclic - Branding & Marketing
Tudonumclic – Os melhores parceiros para fazer crescer a sua Marca

Passo 7: Capitalize através de produtos e/ou serviços

Como é que capitalizar o seu negócio de Marca pessoal é a última etapa do processo?

Irá ganhar significativamente mais dinheiro se tiver um público que já está interessado no seu trabalho. Todas os nossos projetos são capitalizados através do modelo “audiência em primeiro lugar”.

Depois de entender o seu público ao criar uma Marca pessoal, também irá saber em que tipo de produtos e serviços o seu pessoal está interessado.

É muito mais fácil fazer vendas reais quando sabe que as pessoas que seguem-no já estão interessadas no produto ou serviço que oferece.

7 formas de capitalizar o seu negócio de Marca pessoal

Existem outras opções, mas se está apenas a começar, recomendamos escolher uma destas sete opções.

  • 1 – Anúncios. Como mencionámos acima, vender publicidade é a maneira menos eficaz de construir um negócio de Marca pessoal, especialmente se não tiver um grande público.
  • 2 – Formações. A esta altura já deve ter-se estabelecido como um especialista em alguma coisa. Como pode ensinar o seu público a fazer o que já provou?
  • 3 – Serviços. Uma empresa de serviços é o ponto de partida mais natural para a maioria das Marcas pessoais.
  • 4 – Programas de adesão. As adesões são excelentes porque são executadas num modelo de receitas recorrentes mensais, o que pode torná-las muito lucrativas.
  • 5 – Produtos. Os produtos podem ser vendidos digitalmente ou fisicamente.
  • 6 – Boletins pagos. O modelo de boletim informativo gratuito para pago é extremamente eficaz. Distribui um boletim informativo gratuito para construir o seu funil e, de seguida, oferece um boletim informativo pago de “nível superior” para membros que desejam acesso especial a conteúdo, relatórios ou conselhos premium.
  • 7 – Agendar palestras. Normalmente, as palestras não acontecem até que esteja bem estabelecido como um especialista no seu espaço. Mas falar pode ser uma forma excelente e lucrativa de capitalizar. Geralmente envolve viajar para novos lugares e conhecer novas pessoas, o que é muito emocionante.

É importante observar que a capitalização é toda a razão pela qual deseja construir uma Marca pessoal. Muitas vezes, ficamos presos a métricas como partilhas, likes e números de tráfego.

Embora precisemos ficar atentos aos nossos dados, a única métrica que realmente importa são as suas vendas. Não tire os olhos da sua carteira. Está a fazer todo este trabalho para gerar renda para si e para a sua família.

Se este método é tão eficaz, porque nem todos o fazem?

Simples, porque requer MUITA paciência e exige que evite resultados instantâneos.

Se deseja construir uma Marca pessoal, precisa familiarizar-se com o conceito de composição. Com toda a probabilidade, pode levar um ano inteiro até chegar a 1.000 assinantes de e-mail. No segundo ano, pode crescer para 10.000. Ano três, 50.000.

Deve adiar o seu desejo por resultados instantâneos por tempo suficiente para que os milagres desta composição realmente entrem em ação.

Mas com tempo, como possui o seu canal de distribuição, as suas opções serão ilimitadas. Pode vender os seus próprios produtos, pode vender programas de adesão, pode vender serviços e pode até reservar acordos de patrocínio.

Se possui um império de mídia pessoal, pode oferecer o que quiser.

LER 1ª PARTE

Não hesite em conversar connosco

Leave feedback about this

  • Quality
  • Price
  • Service
Choose Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: ©Direitos Reservados !!
Abrir chat
1
O que podemos oferecer-lhe hoje?
Scan the code
Suporte Tudonumclic
Olá,
Temos sempre alguém pronto para falar consigo. Em que podemos ajudá-lo?